Três Lagoas | Com Prefeitura de Três Lagoas | 27/07/2021 10h26

Livro “Fatos, Memórias, Saudades…” é lançado em plataforma online em TL

Compartilhe:

Os três-lagoenses puderam conferir na manhã de quinta-feira (22) ao vivo via transmissão nas Redes Sociais, o lançamento do livro “Fatos, Memórias, Saudades…” de Flávio Zancheta Faccioni e Claudete Cameschi de Souza.

A Live iniciou com a homenagem do Quinteto Cultural, da Diretoria de Cultura, com o cantor e compositor Lucas Gomes interpretando a música “Cidade Querida”. Flávio agradeceu a oportunidade e contou como tudo começou iniciando em 2020 quando anunciado a oportunidade de participar da Lei Almir Blanc.

O diretor Heriksen Plesley, representando a secretária de Educação e Cultura, Angela Brito, parabenizou os autores e agradeceu a oportunidade de ter a história da NOB documentada no livro de Flávio Zancheta Faccioni e Claudete Cameschi de Souza.

“Em nome da secretária de Educação Angela Brito e do prefeito Angelo Guerreiro, agradeço aos autores que deixarão esta linda obra a disposição dos alunos da Rede Municipal e Estadual de Ensino cujos artigos, que trazem e documentam a trajetória da linha férrea que passa por Três Lagoas e deixa a sua marca de desenvolvimento, serão de muito interesse para a nossa população”, disse.

Um momento muito especial da Live foi quando Flávio homenageou o autor Paulo Simões cantando “Trem do Pantanal”, uma composição do Paulo com Geraldo Roca. O Quinteto Cultural da Diretoria de Cultura de Três Lagoas acompanhou o cantor no momento emocionando os participantes.

Outras homenagens foram prestadas durante o lançamento ao vivo do livro “Fatos, Memórias, Saudades…” como a apresentação de um vídeo com fotos antigas recontando a história da NOB. O vídeo teve como trilha sonora a música “Lagos” de Rafael Vital.

Flavio se disse muito feliz pela finalização de mais uma etapa. “Essa é uma etapa muito importante não só para mim mas para todos os que participaram do projeto. Foi uma equipe muito grande e juntos conseguimos esse registro histórico não para o hoje, mas para as pessoas que futuramente terão acesso a este material e que sem dúvida conhecerão uma parte da história por meio dos registros que nós fizemos, seja no audiovisual, na exposição fotográfica ou no livro que estamos lançando oficialmente hoje”, disse,

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS